----

Nuvem de Chocolate da Nigella

Esses dias passando pelos vídeos da querida Nigella, me deparei com essa maravilha de bolo! O bacana dessa receita é que você não precisa se preocupar se ela vai crescer, se vai ficar torta ou se vai murchar inteira quando sair do forno, porque é assim mesmo que ele é: um bolo que não vai farinha, nem fermento, mas que cresce consideravelmente no forno criando lindas rachaduras, e depois que sai do forno, murcha criando mais rachaduras e uma linda cratera para receber seu recheio! Bolo molhadinho e leve, como deve ser! Experimente essa delícia e venha nos contar se gostou!

Pão de ervas

Bolo Napolitano

Omelete ao forno com espinafre

Macarrão com atum

Risoto de alho poró e cogumelos

Caldo de Legumes

Talharim ao Molho

Pão de Cebola e Cominho

Hoje mudaremos um pouco de ares, pois hoje é dia para se fazer pão. Fazer pão pelas próprias mãos é um tanto mágico, sentimental, é uma terapia. Desfrutar dos resultados – após o esforço para sovar energicamente a massa e paciência para aguardá-la crescer e depois assar – não tem preço e é especial. Ainda mais quando fazemos algo que não se compra em lugar algum, fazendo, dessa forma, a sua cozinha e sua casa um lugar único! Nosso pão de hoje é simples, não requer ingredientes sofisticados nem mesmo caros, porém se destaca por ser muito aromático, saboroso, de textura macia e o melhor de tudo: feito por você.

Trouxinhas de Presunto

Bolo Lima-Limão

Bisque de Camarão

No post passado, ofereci-lhes uma saladinha para nos despedirmos do calor infernal que foi esse verão. Já no post de hoje, proponho-lhes as boas-vindas ao friozinho que se avizinha. Tá certo que o frio ainda não está rigoroso, porém já é o suficiente e convidativo para aquela sopinha-creme ou caldo, enfim: algo para aquecer a noite. A proposta de hoje é uma sopa-creme de origem francesa chamada bisque. Ela é feita a partir de purê de abóbora e crustáceos (siri, carangueijo, camarão, lagosta). A grande sacada dessa receita não é somente o seu sabor, mas na técnica de execução. Etimologicamente, bisque vem do francês “bis cuites” – cozido duas vezes – onde a cabeça e as cascas do camarão são totalmente aproveitadas.

Tomates Confitados

Frango à Caçador

Pão de Leite

Risoto de camarão

O risoto por si só já é um prato charmoso. Desperta desejos, é cremoso, aromático e delicioso, seu charme acentua-se quando feito com ingredientes especiais – ou mesmo uma cobinação entre eles. O prato de hoje é um exemplo do que falo. O sabor suave do camarão em contraste com a citricidade do limão siciliano gera uma combinação muito interessante, surpreendente e, acima de tudo, DELICIOSA.

Scones

Às vezes fico imaginado qual é a “receita” da boa receita: ingredientes simples, aqueles que temos sempre à mão + facilidade e rapidez de execução + sabor e resultado que agrada a todos. Se for essa a fórmula, então esses pãezinhos rápidos e práticos, os “Scones” estão nessa categoria.

Para aquele café da manhã de fim de semana ou um lanchinho gostoso da tarde, eles são ideais, pois são pães que levam fermento de bolo, não precisam levedar nem trabalhar a massa.

Batata Gratinada com cebola roxa

Tabule

Ingredientes:

  • – 1 xícara de trigo para quibe
  • – 2 xícara de água
  • – 2 tomates
  • – 1 pepino japonês
  • – 1 cebola pequena
  • – 1 limão
  • – 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • – hortelã fresca
  • – sal

Modo de Preparo:

Deixe o trigo de molho na água aferventada por pelo menos 30 minutos. Passe o trigo por uma peneira fina, apertando bem para tirar o excesso de água. Corte os tomates, o pepino e a cebola em cubos pequenos e misture ao trigo. Tempere com o suco do limão, o azeite, o sal e as folhas de hortelã fresca.
Vai muito bem acompanhado de coalhada temperada e pães sírios.

Muffins de Laranja

Bolo sem fermento

Mandioca cremosa ao forno

Penne com ricota e nozes

Pudim de Leite

---